Apple consegue registar iPad

A Apple conseguiu resolver a contenda com a Fujitsu relativamente à utilização do nome escolhido para o seu primeiro tablet.

O termo “iPad” estava registado pela fabricante japonesa junto do Trademark Office desde 2003, mas o registo não era actualizado, como exigido, há algum tempo, o que levou o departamento norte-americano de patentes a declarar a marca “abandonada” em Abril de 2009.

Pouco tempo depois, a Apple terá requerido o nome, mas em Junho de 2009, a Fujitsu decidiu reaver a marca.

Segundo a imprensa internacional, a gigante da maçã terá obtido, finalmente o documento do U.S. Patent and Trademark Office que transfere a marca da Fujitsu para si.

À “boa nova” junta-se uma outra informação, veiculada pela Reuters, que dá conta de que o stock de iPad reservado às pré-encomendas terá esgotado, tal foi a procura.

O tablet, que será colocado à venda nos Estados Unidos no próximo sábado, podia ser reservado desde 12 de Março último, com data de entrega igualmente prometida para 3 de Abril.

Ao que tudo indica, apenas os clientes que fizeram o pedido no início do mês irão receber os dispositivos na data inicialmente prevista. Os autores das pré-encomendas mais recentes só poderão conhecer o seu iPad a partir de 12 de Abril.

Mas nem tudo são boas notícias. Contrariando as previsões de sucesso, o NPD Group apresenta um estudo onde mostra que o iPad poderá não vir a ser assim tão popular, quando mais de 66 por cento de 2.000 inquiridos respondeu que não pretende comprar o computador sem teclado da Apple.

Entre estes, mais de 60 por cento têm outros produtos da fabricante da maçã, mas nem por isso dão uma hipótese ao iPad. A maior parte considera o tablet demasiado caro.

PlayStation 3 abandona suporte a Linux

A Sony vai abandonar o suporte a Linux na PlayStation 3 alegando problemas de segurança. O update de firmware que vai ser lançado na quarta-feira, 1 de Abril, impede a escolha do Linux como sistema operativo de eleição dos utilizadores, uma possibilidade permitida há alguns meses e acarinhada pela comunidade open source.

Ainda recentemente a Sony tinha garantido que continuaria a apoiar a opção de instalação de outros sistemas operativos na consola de jogos, mas agora recorre ao argumento de problemas de segurança não especificados para voltar atrás no suporte ao Linux, como explica no blog oficial.

Embora o número de utilizadores de Linux na PlayStation 3 seja muito reduzido, segundo vários sites especializados a comunidade Linux está a utilizar esta opção há vários meses sem qualquer problema. A opção de instalar um novo sistema operativo tinha sido lançada em Setembro de 2009 para as versões não-Slim depois de várias tentativas “experimentais” bem sucedidas.

A mudança tem efeito a partir da actualização de firmware para a versão 3.21, que será lançada esta semana, podendo os utilizadores optar por não a instalar. Se não o fizerem vão perder o acesso à PlayStation Network e a outros jogos online, assim como a possibilidade de correr jogos que só suportem esta nova versão.

Mudança de layout na Wikipedia

A Wikipédia vai estrear uma nova interface no próximo mês de Abril, com o objectivo de tornar a navegação, pesquisa e edição de textos mais simples.

Além das melhorias básicas ao nível do design das páginas, o objectivo principal das alterações é fazer com que o processo de contribuição para a Wikipédia seja mais fácil, atraindo mais voluntários à edição de conteúdos.

Num post colocado no blog da Wikimedia Foundation anuncia-se que a partir de 5 de Abril a Wikipédia passa a apresentar um novo layout, denominado Vector, que reposiciona algumas das funções essenciais, simplifica a navegação e possibilita o uso em diferentes plataformas, browsers e tamanhos de ecrãs.

No que diz respeito às páginas de edição, estas passam a apresentar uma barra de ferramentas, para facilitar a inserção de links e notas, e “ajuda” para a maioria das funções mais usadas.

Outra novidade será a possibilidade, na Wikipédia em inglês, de transformar um artigo num ficheiro PDF, opção que antes estava apenas disponível para utilizadores registados

O pacote de alterações a introduzir em Abril também não vai deixar de fora o popular logo da Wikipédia, por forma a representar novas línguas e corrigir pequenos erros.

Aqueles que não ficarem agradados com as mudanças – testadas por 500 mil utilizadores nos últimos seis meses – terão sempre a oportunidade de retornar ao layout clássico, garante a equipa da Wikimedia.

por Helder Gonçalves Publicado em Wikipedia