OpenOffice ganha versão portuguesa mais depressa

A nova versão do OpenOffice.org foi disponibilizada em português em simultâneo com as principais versões internacionais, uma estreia para o pacote de produtividade.
O download pode ser feito desde a passada quinta-feira no site da comunidade portuguesa do OpenOffice. Uma colaboração entre a Sun Microsystems Portugal e a Escola Secundária Augusto Cabrita, facilitou a rapidez do processo.
Esta versão portuguesa do OpenOffice.org 3.1 foi sujeita antecipadamente a todos os testes de qualidade e está disponível para download em todo o mundo. Recorde-se que na última versão do pacote de produtividade a equipa nacional tentou ter a versão portuguesa disponível ao mesmo tempo que a internacional, mas alguns problemas com os servidores internacionais e o facto de faltar a esta release passar os testes internacionais fez com que só estivesse disponível em sites nacionais.
A versão 3.1 do OpenOffice.org é actualmente uma alternativa sólida a outros pacotes de produtividade, integrando ferramenta de tratamento de texto, folha de cálculo, apresentações, desenho, e base de dados para utilização pessoal e empresarial.
A versão 3.0, lançada em Outubro do ano passado, já registou mais de 60 milhões de downloads. O OpenOffice.org 3.1 foi disponibilizado gratuitamente em mais de 70 línguas e no total o projecto suporta perto de 100 localizações de línguas diferentes.
Renovação em 3.1
A nova versão do OpenOffice 3.1 ganha novas funcionalidades, sendo a maior mudança a melhoria da qualidade gráfica, através da técnica de “anti-aliasing” com alterações visíveis na forma como os gráficos são apresentados no ecrã.
As mudanças estendem-se porém a outras áreas, como a segurança na protecção de ficheiros em rede que tem de ser suportada directamente na aplicação e não nas ferramentas do sistema operativo.
O OpenOffice conta agora com o seu próprio mecanismo para evitar sobreposições que assegura a integridade do documento quando as ferramentas do sistema operativo falham e que permite também ver que utilizadores já abriram um determinado documento.
No processador de texto as alterações são bastante subtis, sendo uma das mais relevantes a integração das ferramentas de linguagem que podem ser acedidas através do menu de Ferramentas.
A extensão da verificação ortográfica em português (e noutras línguas localizadas), tem de ser instalada de forma separada e está disponível em http://pt.openoffice.org/download/dics.htm. Vale a pena espreitar também as melhorias na folha de cálculo e no gerador de gráficos que se centram principalmente na facilidade de utilização.
Destaque-se ainda que OpenOffice.org 3.1, tal como as versões anteriores, está disponível para vários sistemas operativos, entre os quais diferentes distribuições de Linux, Windows e MacOS.
Anúncios
por Helder Gonçalves Publicado em Sem categoria

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s