Maria Schneider dirige orquestra em Matosinhos

Matosinhos em Jazz 2009 recebe cinco dos maiores trompetistas da actualidade

A trompete é o tema principal do festival Matosinhos em Jazz deste ano, de 13 a 16 de Maio, com cinco dos mais importantes trompetistas de jazz da actualidade.

O festival abre a 13 de Maio, no Salão Nobre da Câmara Municipal, em concerto gratuito com o grupo alemão Quadro Nuevo, que funde o tango e o jazz numa linguagem comum.

O festival passa, no dia seguinte, para o Auditório da Exponor, onde se apresenta a Orquestra de Jazz de Matosinhos, sob a direcção da compositora e directora de orquestra norte-americana Maria Schneider, vencedora de um Grammy em 2008.

Este concerto insere-se no âmbito da comemoração do 10º aniversário da Orquestra de Jazz de Matosinhos, considerada a melhor e mais profícua em Portugal.

No terceiro dia do festival, 15 de Maio, há dois concertos, abrindo a sessão Mania Anadon, considerada uma das mais promissoras cantoras do panorama nacional do jazz, dando continuidade à presença de vozes em todas as edições deste festival.

Logo a seguir, a trompete toma conta do festival, com o cubano Arturo Sandoval, fundador dos Irakere, que revolucionou o jazz no final dos anos 70, com a sua vibrante fusão entre este tipo de música, o rock e o ritmo cubano.

Arturo Sandoval é um personagem lendário que além de ter já ganho quatro Grammies, seis Prémios Billboard e um Emmy, tem uma vida romanesca que é narrada no filme «For Love or Country», com Andy Garcia. Além do seu trabalho como professor na Universidade Internacional da Flórida, tem uma carreira paralela ao jazz como trompetista clássico, tendo actuado com diversas orquestras sinfónicas por todo o mundo. Tocou e gravou com Dizzy Gillespie, Woody Herman, Woody Shaw, Michel Legrand, Stan Getz, Frank Sinatra, Tony Bennett e Patti LaBelle, entre muitos outros, e participou na banda sonora de «Mambo Kings» com a sua composição «Mambo Caliente».
Foi ainda comissário no Centro The Kennedy e compôs a música para o ballet «Pepito`s Story» com coreografia de Debbie Allen.

O último dia do festival, 16 de Maio, começa com o octeto de Sandro Norton, um jovem trompetista de Matosinhos que terminou a sua formação em Londres, onde tirou o mestrado em composição contemporânea e que tem já um currículo notável dentro e fora de portas.

O festival termina com o Trumpet Summit com uma constelação de estrelas da trompete – John Faddis, Terrell Stafford, Wendell Brunious e Randy Brecker.
O Trumpet Summit foi criado para o famoso festival «Jazz in Marciac», onde inicialmente participaram os trompetistas Clark Terry, Benny Bailey, Jon Faddis, Roy Hargrove e Nicholas Payton.

Nesta apresentação em Matosinhos contamos com a presença de Jon Faddis, Terell Stafford, Wendell Brunious e Randy Brecker, quatro nomes cimeiros da trompete de jazz mundial.

Terell Stafford dará ainda uma masterclass a 16 de Março, no Teatro Constantino Nery.

Organização: Câmara Municipal de Matosinhos

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s